No período de 27 de junho a 01 de julho foi realizado o segundo encontro presencial dos(as) estudantes do Mestrado Profissional, com participação, no dia 30, de um Dia de Campo (DC) em Morrinhos, Goiás, no IF Goiano. Esta ação faz parte de uma série de encontros presenciais previstos para a pós-graduação stricto sensu, com o objetivo de unir teoria e prática e viabilizar a integração entre os estudantes –  o curso do Mestrado ocorre em formato híbrido. 

O DC foi sobre a temática Melhoramento genético florestal em ILP, com o pesquisador da Embrapa Florestas Alisson Moura Santos. Em seguida, foi realizado um tour guiado pelo IF Goiano, que é uma Unidade Demonstrativa do PRS – Cerrado, e aplica a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) completa. O evento também contou com a participação de representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), beneficiário institucional do PRS – Cerrado.

João Marcelo é produtor rural do município de Abaeté (MG) e estudante do Mestrado Profissional. Ele comenta qual a importância da troca de experiências em eventos e parcerias como essas. “É importante para todos os produtores terem conhecimento da ciência, que vai além do que é passado para nós de geração em geração. E eu, como produtor e agora pesquisador, tenho nos Dias de Campo um suporte para estudo e pesquisa. O projeto está me deixando um grande legado”, destaca.

Sobre o Mestrado Profissional

O tema deste Mestrado é Mudanças Climáticas e Agropecuária de Baixa Emissão de Carbono, o curso acontece em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA) e conta com 26 estudantes, entre profissionais, técnicos(as), produtores(as) e gestores(as) públicos(as) que atuam no meio rural ou em áreas afins. O Mestrado teve início no dia 15 de março e tem duração de 18 meses.

Próximos encontros

O mestrado profissional do PRS – Cerrado  é um curso híbrido e modular, com aulas remotas e presenciais. Os próximos encontros estão previstos para acontecer em polos em outras cidades, atendendo os quatro estados abrangidos pelo projeto – Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O próximo encontro programado será em agosto no estado do Mato Grosso do Sul.