Mestrado Profissional: seis mestrandos(as) da 1ª Edição defendem suas dissertações

Durante o mês de março, a 1ª Edição do Mestrado Profissional do Projeto Rural Sustentável - Cerrado, realizado em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), promoveu mais seis defesas de dissertações. O curso, voltado para a temática de mudanças climáticas e sistemas agropecuários de baixa emissão de carbono no bioma Cerrado, é ministrado por dois programas de pós-graduação da UFLA: Ciência e Tecnologia da Produção Animal (PPGCTPA) e Desenvolvimento Sustentável e Extensão (PPGDE).

As seis defesas aconteceram de forma remota ao longo dos dias 22, 26, 27 e 29 de março. Confira a lista dos(as) mestrandos(as) e os temas de suas respectivas dissertações:

“Diagnóstico de uma área de pastagens Brachiaria decumbens na Integração-Pecuária-Floresta em relação com uma área de Pastagens Convencional, no Projeto de Assentamento Eldorado, município de Sidrolândia - Mato Grosso Do Sul - Brasil”
Wildney Alves de Almeida

“Importância da Avicultura na Agricultura Familiar, seu potencial produtivo e a necessidade de Assistência Técnica: um estudo realizado na cidade de Baldim - MG”
Thiago Drummond Marques

“Análise da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR em propriedades leiteiras da Bacia do Rio Tijuco, no município de Uberlândia/MG”
João Thomaz Cruz Silva

“Estratégias de controle de plantas infestantes em Sistema de Integração Lavoura Pecuária para produção de silagem”
André Augusto Gimenes Cardoso

“Percepção de produtores do Assentamento Eldorado I (Che Guevara) no município de Sidrolândia (MS) sobre os Sistemas de Integração Pecuária-Floresta (IPF)”
Fabiana Ananias Vasconcellos

“Entendendo a sustentabilidade de pastagens de Capim Marandu por meio da revisão de artigos científicos sobre avaliação nutricional das plantas”
Ana Carla Martins Vidotti

Sobre a 1ª Edição

A 1ª Edição do Mestrado Profissional do PRS - Cerrado teve início em março de 2022, reunindo profissionais, técnicos(as), produtores(as) e gestores(as) públicos(as) que atuam no meio rural ou em áreas afins. O curso foi realizado de forma híbrida, com aulas remotas e presenciais nos quatro estados de atuação do projeto: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Os mestrandos e mestrandas desta edição começaram a defender suas dissertações em dezembro de 2023. Até o momento temos nove mestres e mestras formados, com a formação de excelência proporcionada pelo PRS - Cerrado em parceria com a UFLA.

Atualmente, o Mestrado Profissional também está realizando a sua 2ª Edição, que teve início em março de 2023 com 26 estudantes, e em Março de 2024 iniciaram as aulas e atividades da turma da 3ª Edição, contando com 24 participantes, aprovados(as) no processo seletivo que ocorreu entre Janeiro e Fevereiro de 2024.


Produtoras rurais de Mato Grosso e Minas Gerais são celebradas em DCs das Mulheres

Nos dias 23 e 26 de março, as produtoras rurais de Mato Grosso e Minas Gerais, respectivamente, foram homenageadas nos Dias de Campo das Mulheres do PRS - Cerrado. Os eventos foram realizados pelo Projeto com o objetivo de celebrar o fortalecimento e o empoderamento das mulheres que atuam no meio rural, sob o tema “Histórias que Inspiram, Convivências que Fortalecem”.

Durante os encontros, diversas atividades foram colocadas em prática para destacarem o papel fundamental das mulheres no campo, incentivando o protagonismo feminino e fomentando um ambiente de apoio mútuo com exemplos de superação e sucesso. Um exemplo dessas atividades foram as oficinas interativas, onde as mulheres puderam compartilhar as próprias histórias e vivências no ambiente rural.

Todas as propriedades escolhidas para sediar os DCs foram Unidades Demonstrativa (UDs) do PRS - Cerrado, ou seja, uma propriedade-modelo na aplicação de práticas produtivas sustentáveis. Todas elas são comandadas por mulheres de referência local no quesito de tecnologias e boas práticas no campo.

Mato Grosso

No dia 23 de março, o município de Itiquira, em Mato Grosso, reuniu mais de 45 pessoas no Assentamento Ouro Branco, entre produtoras rurais e suas famílias, e as artesãs da Flores da Seringueira. A marca foi criada pelas mulheres da comunidade e realiza a produção de biojóias a partir do látex extraído das seringueiras.

A artesã Lidinalva Santos de Oliveira comenta sobre o papel do PRS - Cerrado junto ao trabalho que elas vêm fazendo: “Esse projeto abriu um leque de possibilidades e trouxe uma grandeza, porque às vezes a gente parava na zona de conforto, e ele mostrou que nós somos capazes de evoluir e crescer junto com a comunidade”.

https://www.youtube.com/watch?v=aPlET2ljOWA

Minas Gerais

Já no dia 26 de março, a celebração aconteceu no Lote 145 - Maria Valentina Damasceno Oliveira, em Pompéu, Minas Gerais. O evento teve 50 participantes reunidos(as) com a intenção de compartilhar e aprender sobre o papel das mulheres no meio rural sustentável.

https://www.youtube.com/watch?v=dC840pnZFhA

No início de março, o PRS - Cerrado também realizou os Dias de Campo das Mulheres nos estados de Mato Grosso do Sul e Goiás. Clique aqui e saiba como foram essas celebrações.


Confira a agenda dos Dias de Campo do PRS – Cerrado em abril

Em abril, o PRS – Cerrado realizará 30 Dias de Campo (DCs), que acontecerão em 27 municípios localizados nos quatro estados de atuação do projeto: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Ao longo do mês, são debatidos temas relacionados às áreas de atuação do Projeto, como manejo sustentável, sistemas agroflorestais, recuperação e manejo de pastagens degradadas, educação ambiental e outras estratégias para implantação da agropecuária sustentável e integrada.

Caso tenha interesse em participar, procure o(a) monitor(a) de sua região: https://www.ruralsustentavel.org/projeto/como-atuamos/

Confira as datas de cada evento no mapa abaixo:

Sobre os Dias de Campo

O objetivo dos Dias de Campo (DCs) é debater temas relacionados às áreas de atuação do PRS – Cerrado, como manejo sustentável, educação ambiental e outras estratégias para implantação da agropecuária sustentável e integrada, sistemas agroflorestais, recuperação e manejo de pastagens degradadas. Durante os encontros, produtores e produtoras rurais, que já possuem uma produção sustentável, recebem palestras e proporcionam trocas de experiências, sempre com o intuito de sensibilizar outros(as) produtores(as) rurais para a implementação da agropecuária de baixa emissão de carbono.

Os eventos são abertos para todos(as) interessados(as) no tema e que buscam contribuir para um rural mais sustentável.


Crianças mato-grossenses são premiadas pelo Jogo Coopera Cerrado

No dia 21 de março, 10 escolas do estado de Mato Grosso foram premiadas por suas participações na Jornada de Aprendizagem das Ações da Popularização da Produção Rural Sustentável e do Jogo Coopera Cerrado do ano de 2023. O evento aconteceu durante a manhã na Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), em Cuiabá, e contou com 56 participantes, entre estudantes, professores(as) e representantes de secretarias de educação do estado.

Segundo a Gerente de Empoderamento Social do PRS - Cerrado, Denise P. Agustinho, “o encontro proporcionou que essa rede de escolas transformadoras de suas realidades partilhassem ainda mais experiências entre elas. As crianças ficaram muito felizes de receber o prêmio pelo trabalho coletivo que fizeram e de ir até a capital celebrar isso com muita animação e música”.

As escolas premiadas de Mato Grosso são:

  • Escola Estadual Militar Dom Pedro II “André Maggi”
  • Escola Municipal Monteiro Lobato
  • Escola Municipal Deus É Amor
  • Escola Estadual Campo Vila União
  • Centro Municipal de Educação Básica Castro Alves
  • Escola Municipal Elza Martins de Queiroz Oliveira
  • Escola Municipal Matilde Luiza Z. Gomes
  • Escola Estadual Gustavo Dutra / Campo
  • Escola Estadual Paulo Freire
  • Escola Estadual Marcio Schabatt Souza*

* A escola é premiada, mas não esteve presente no evento.

Previous
Next

Cooperação entre crianças e jovens

O Jogo Coopera Cerrado não é uma competição, mas uma colaboração entre os(as) participantes e as escolas. A pontuação é atribuída de acordo com a cooperação e compartilhamento de benefícios entre si e entre a comunidade escolar. As atividades fazem parte das Ações de Popularização do PRS - Cerrado e consistem em vivências, oficinas, atividades de imersão e de trocas de experiências entre crianças e jovens, acerca do seu pertencimento à natureza no bioma Cerrado.

Os patamares do prêmio consistiram nos níveis Básico, Top e Super, com o valor do prêmio podendo chegar até R$ 8 mil. Todos os recursos financeiros serão destinados ao financiamento de projetos elaborados pelas escolas para melhorias nas instalações e/ou promoção de atividades comunitárias e socioambientais.

Já as melhores escolas premiadas na categoria Super, que realizaram interações com outras instituições, ganharão um valor adicional de R$ 10 mil, classificando-se na categoria Super Sustentável, premiação destinada a apenas uma escola por estado. Em maio, será realizado um evento em Brasília para premiar as quatro escolas que alcançaram essa categoria.


Escolas do Cerrado vão ser premiadas por atividades da produção rural sustentável

Ao longo dos meses de março e abril, serão premiadas as escolas participantes da Jornada de Aprendizagem das Ações da Popularização da Produção Rural Sustentável e do Jogo Coopera Cerrado do ano de 2023. Ao todo, 40 escolas dos quatro estados de atuação do PRS - Cerrado, que participaram da Jornada e realizaram as missões e desafios propostos pelo Jogo, receberão os prêmios. Os encontros estaduais vão acontecer nos dias 21/03 (Mato Grosso), 04/04 (Minas Gerais e Mato Grosso do Sul) e 11/04 (Goiás).




O evento vai acontecer no dia 11 de abril em Goiânia, na Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), e irá premiar 10 escolas:

  • Escola Municipal Maria Bárbara Sucena
  • Escola Municipal Geraldo Rezende Mendonça – Ladico
  • Escola Municipal Geraldo Silvio de Lima
  • Centro de Ensino em Período Integral Dom Veloso
  • Escola Municipal Celina Leite Guimarães Mattos
  • Escola Municipal Rio Paraíso III
  • Escola Municipal Ponte de Pedra
  • Escola Estadual Dona Iayá
  • Escola Municipal Feliciana Ivo Pereira
  • Escola Municipal Ulisses Guimarães

O evento vai acontecer no dia 21 de março em Cuiabá, na Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), e irá premiar 10 escolas:

  • Escola Estadual Militar Dom Pedro II “André Maggi”
  • Escola Municipal Monteiro Lobato
  • Escola Municipal Deus É Amor
  • Escola Estadual Campo Vila União
  • Centro Municipal de Educação Básica Castro Alves
  • Escola Municipal Elza Martins de Queiroz Oliveira
  • Escola Municipal Matilde Luiza Z. Gomes
  • Escola Estadual Gustavo Dutra / Campo
  • Escola Estadual Paulo Freire
  • Escola Estadual Marcio Schabatt Souza*

 * A escola é premiada, mas não estará presente no evento.

O evento vai acontecer no dia 04 de abril em Campo Grande, no Sindicato Rural, e irá premiar 13 escolas:

  • Escola Municipal Professora Maria da Conceição
  • Escola Municipal Luis Cláudio Josué
  • Escola Municipal Rural Santa Guilhermina – Pólo
  • Escola Municipal Fábio Rodrigues Barbosa
  • Escola Municipal Aroeira
  • Centro Educacional Municipal Vereador Ilma Alves da Costa
  • Escola Estadual Hermelina Barbosa Leal
  • Escola Municipal Cotrisa de Baús-Polo
  • Escola Estadual Dolor Ferreira de Andrade
  • Escola Estadual Augusto Krug Netto
  • Escola Municipal Leonida La Rosa Balbuena
  • Escola Municipal Irma Araldi Kohl – Polo e Extensão Profª Maria Enedina Gonçalves Pereira
  • Escola Municipal Archangela Mourão Fontoura-Polo

O evento vai acontecer no dia 04 de abril em Sete Lagoas, na Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), e irá premiar 7 escolas:

  • Escola Estadual Coronel Tonico Franco
  • Escola Estadual Deputado Renato Azeredo – SEEMG
  • Escola Municipal Inácio de Oliveira Campos
  • Escola Municipal Domingas Camin
  • Escola Municipal Chico Cirilo
  • Escola Estadual Juvêncio Martins Ferreira
  • Escola Estadual Neusa Pimentel Barbosa

O evento vai acontecer no dia 11 de abril em Goiânia, na Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), e irá premiar 10 escolas:

  • Escola Municipal Maria Bárbara Sucena
  • Escola Municipal Geraldo Rezende Mendonça - Ladico
  • Escola Municipal Geraldo Silvio de Lima
  • Centro de Ensino em Período Integral Dom Veloso
  • Escola Municipal Celina Leite Guimarães Mattos
  • Escola Municipal Rio Paraíso III
  • Escola Municipal Ponte de Pedra
  • Escola Estadual Dona Iayá
  • Escola Municipal Feliciana Ivo Pereira
  • Escola Municipal Ulisses Guimarães

O evento vai acontecer no dia 21 de março em Cuiabá, na Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), e irá premiar 10 escolas:

  • Escola Estadual Militar Dom Pedro II "André Maggi"
  • Escola Municipal Monteiro Lobato
  • Escola Municipal Deus É Amor
  • Escola Estadual Campo Vila União
  • Centro Municipal de Educação Básica Castro Alves
  • Escola Municipal Elza Martins de Queiroz Oliveira
  • Escola Municipal Matilde Luiza Z. Gomes
  • Escola Estadual Gustavo Dutra / Campo
  • Escola Estadual Paulo Freire
  • Escola Estadual Marcio Schabatt Souza*

 * A escola é premiada, mas não estará presente no evento.
O evento vai acontecer no dia 04 de abril em Campo Grande, no Sindicato Rural, e irá premiar 13 escolas:

  • Escola Municipal Professora Maria da Conceição
  • Escola Municipal Luis Cláudio Josué
  • Escola Municipal Rural Santa Guilhermina - Pólo
  • Escola Municipal Fábio Rodrigues Barbosa
  • Escola Municipal Aroeira
  • Centro Educacional Municipal Vereador Ilma Alves da Costa
  • Escola Estadual Hermelina Barbosa Leal
  • Escola Municipal Cotrisa de Baús-Polo
  • Escola Estadual Dolor Ferreira de Andrade
  • Escola Estadual Augusto Krug Netto
  • Escola Municipal Leonida La Rosa Balbuena
  • Escola Municipal Irma Araldi Kohl - Polo e Extensão Profª Maria Enedina Gonçalves Pereira
  • Escola Municipal Archangela Mourão Fontoura-Polo

O evento vai acontecer no dia 04 de abril em Sete Lagoas, na Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), e irá premiar 7 escolas:

  • Escola Estadual Coronel Tonico Franco
  • Escola Estadual Deputado Renato Azeredo - SEEMG
  • Escola Municipal Inácio de Oliveira Campos
  • Escola Municipal Domingas Camin
  • Escola Municipal Chico Cirilo
  • Escola Estadual Juvêncio Martins Ferreira
  • Escola Estadual Neusa Pimentel Barbosa

Clique aqui para saber mais sobre as Ações de Popularização e a Jornada de Aprendizagem

Os patamares da premiação consistem nos níveis Básico, Top e Super, com o valor do prêmio podendo chegar até R$ 8 mil. Já as melhores escolas premiadas na categoria Super, que realizaram interações com outras instituições, ganharão um valor adicional de R$ 10 mil, classificando-se na categoria Super Sustentável, premiação destinada a apenas uma escola por estado.

Todos os recursos financeiros serão destinados ao financiamento de projetos elaborados pelas escolas para melhorias nas instalações e/ou promoção de atividades comunitárias e socioambientais.

Em maio, será realizado um evento em Brasília para premiar as escolas que alcançaram a categoria Super Sustentável.


3ª Edição do Mestrado Profissional recebe mais de 150 pré-inscrições

A 3ª Edição do Mestrado Profissional em Mudanças Climáticas e Agropecuária de Baixa Emissão de Carbono recebeu mais de 150 pré-inscrições e emitiu 85 declarações de aptidão, documento necessário para realizar a inscrição no processo seletivo da UFLA. Ao todo, foram aprovados(as) 24 estudantes para esta nova turma de Mestrado do PRS - Cerrado. Para este curso, participam dois programas de pós-graduação da UFLA, o Programa de Desenvolvimento Sustentável e Extensão e o Programa de Ciência e Tecnologia da Produção Animal.

O Mestrado Profissional do PRS - Cerrado é voltado para profissionais, técnicos(as), produtores(as) e gestores(as) públicos(as) que atuam no meio rural ou em áreas afins. O curso é realizado de forma híbrida, com aulas remotas e presenciais nos quatro estados de atuação do projeto: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

As atividades da turma da 3ª Edição se iniciam ainda neste mês de março. O processo seletivo ocorreu entre Janeiro e Fevereiro de 2024.

O que é o Mestrado Profissional?

O Mestrado Profissional faz parte do Programa de Capacitação do PRS - Cerrado, em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA) – referência no Brasil na área de Ciências Agrárias. O Mestrado é voltado exclusivamente para o público-alvo do PRS – Cerrado: produtores(as) rurais, Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATECs), membros de Organizações Socioprodutivas (OSPs), gestores(as) públicos(as) e demais interessados(as) em ampliar o conhecimento sobre práticas produtivas sustentáveis e de baixa emissão de carbono.

Edições anteriores

A 1ª Edição do Mestrado Profissional teve início em março de 2022, com 24 participantes. Os mestrandos e mestrandas desta edição começaram a defender suas dissertações em dezembro de 2023. Saiba mais detalhes sobre as defesas das dissertações aqui e aqui.

A 2ª Edição, que iniciou em março de 2023, também está em andamento e conta com 25 estudantes.

Conheça as duas Aulas Magnas que tivemos para cada Edição, com participação de renomados(as) pesquisadores(as) e especialistas, aqui e aqui.


Mato Grosso do Sul e Goiás recebem produtoras rurais para Dias de Campo das Mulheres

Nos dias 08 e 09 de março, o PRS - Cerrado realizou dois Dias de Campo (DCs) que deram início às celebrações do Mês das Mulheres, em Terenos (MS) e Ipameri (GO), respectivamente. Os eventos foram pensados e dedicados ao fortalecimento e empoderamento das mulheres que atuam no meio rural, sob o tema “Histórias que Inspiram, Convivências que Fortalecem”.

Os momentos proporcionaram diversas atividades, como as oficinas interativas, onde as mulheres puderam compartilhar histórias e vivências no ambiente rural. O objetivo foi destacar o papel fundamental das mulheres no campo, incentivando o protagonismo feminino e o compartilhamento de experiências enriquecedoras, fomentando um ambiente de apoio mútuo com exemplos de superação e sucesso.

Além dos eventos já realizados, ainda acontecerão mais dois Dias de Campo celebrativos do Mês das Mulheres, nos estados de Mato Grosso e Minas Gerais:

As propriedades escolhidas para sediar os DCs são Unidades Demonstrativa (UDs) do PRS – Cerrado, ou seja, uma propriedade-modelo na aplicação de práticas produtivas sustentáveis. Todas elas são comandadas por mulheres de referência local no quesito de tecnologias e boas práticas no campo.

Mato Grosso do Sul

No dia 08 de março, data que marca o Dia Internacional das Mulheres, o município de Terenos, no Mato Grosso do Sul, celebrou a ocasião no Sítio Primavesi, propriedade da Dona Carline Yumi Ohi. O Dia de Campo reuniu mais de 50 participações, em grande maioria produtoras rurais acompanhadas das famílias.

Esse evento foi muito importante para que as mulheres pudessem interagir, propor e saber onde buscar soluções. Além disso, elas puderam conhecer outros tipos de sistemas de produção que sejam sustentáveis e que não agridam o meio ambiente”, destaca a produtora Carline Yumi Ohi.

Além das oficinas interativas, os(as) participantes puderam experimentar pratos típicos feitos com produtos locais que valorizam a cultura e a sociobiodiversidade, como pães enriquecidos com baru, jatobá e suco de guavira.

https://www.youtube.com/watch?v=Y5YdSI1Qf5o

Goiás

Já no dia 09 de março, a celebração ficou por conta da Fazenda Palmeiras, em Ipameri, no estado de Goiás. A propriedade é da Dona Sônia Bonato e reuniu mais de 100 pessoas com a intenção de integrar, compartilhar e aprender sobre o papel das mulheres no meio rural sustentável.

Essa união das mulheres traz ainda mais informações para que elas tragam para dentro das suas propriedades a sustentabilidade nos três pilares: da preservação, da produção e do social”, compartilha a produtora Sônia Bonato.

https://www.youtube.com/watch?v=VvmNe546YXg


Defesas das dissertações da 1ª Edição do Mestrado Profissional continuam

Os(as) mestrandos(as) da 1ª Edição do Mestrado Profissional do Projeto Rural Sustentável – Cerrado, realizado em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), continuam defendendo suas dissertações. Em fevereiro, foi a vez da mestranda Gabriela Silveira Dalke Meucci defender sua dissertação, com o tema Políticas Públicas para Promoção de Desenvolvimento Sustentável – Análise do Programa PCI: Produzir, Conservar e Incluir do Governo do Mato Grosso.

O curso, voltado para a temática de sistemas agropecuários de baixa emissão de carbono no bioma Cerrado, é ministrado por dois programas de pós-graduação da UFLA: Ciência e Tecnologia da Produção Animal (PPGCTPA) e Desenvolvimento Sustentável e Extensão e Ciência e Tecnologia da Produção Animal (PPGDE).

No programa de pós-graduação em Desenvolvimento Sustentável e Extensão, as pesquisas dos alunos e alunas trazem como temas a produção orgânica, o uso de frutos nativos do Cerrado, a avaliação e percepção de produtores e produtoras sobre as tecnologias de baixa emissão de carbono, análise sobre a assistência técnica, inovação digital no campo, regularização ambiental em propriedades rurais, avaliação de políticas públicas de sustentabilidade, logística reversa de resíduos orgânicos, bem como a análise de metodologias de Dias de Campo e de ações de sensibilização em escolas nas temáticas do projeto.

Já no programa de Ciência e Tecnologia da Produção Animal, as pesquisas de Mestrado trazem como temas a avaliação de recursos hídricos na produção animal e de estoque de carbono no solo em sistemas agroflorestais, avaliação de estratégias para controle de plantas daninhas, estudo de avicultura e produção de bovinos na agricultura familiar, assim como alguns estudos sobre pastagens, como avaliação de gramíneas mais apropriadas e de pastagens em sistemas com tecnologia de baixa emissão de carbono.

Sobre a 1ª Edição

A 1ª Edição do Mestrado Profissional teve início em março de 2022, reunindo profissionais, técnicos(as), produtores(as) e gestores(as) públicos(as) que atuam no meio rural ou em áreas afins. O curso foi realizado de forma híbrida, com aulas remotas e presenciais nos quatro estados de atuação do PRS – Cerrado: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Os mestrandos e mestrandas desta edição começaram a defender suas dissertações em dezembro de 2023.

Atualmente, o Mestrado Profissional também está realizando a sua 2ª Edição, que teve início em março de 2023 com 26 estudantes, e em Março de 2024 iniciam as aulas e atividades da turma da 3ª Edição, contando com 24 participantes, aprovados(as) no processo seletivo que ocorreu entre Janeiro e Fevereiro de 2024.


Retrospectiva dos Dias de Campo do PRS – Cerrado em fevereiro

O mês de fevereiro no PRS - Cerrado contou com 700 participações nos 20 Dias de Campo (DCs) que aconteceram nos quatro estados de atuação do projeto: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Os DCs acontecem em Unidades Demonstrativas (UDs) e Unidades Multiplicadoras (UMs) do projeto e reúnem produtores e produtoras rurais, representantes de organizações socioprodutivas, estudantes, técnicos(as) e instituições de ATER, palestrantes qualificados, além das instituições que nos apoiam localmente.

O objetivo desses DCs é realizar uma troca de experiências e conhecimentos a respeito da utilização de novas tecnologias sustentáveis no campo, tendo em foco a Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF), a Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD) e os Sistemas Agroflorestais (SAFs). Além de todo o conhecimento técnico repassado, os participantes podem ver os temas na prática, facilitando o aprendizado e propagando novos meios de se trabalhar com um campo mais sustentável.

“A gente tem recebido, durante os vários Dias de Campo, informações para cuidar melhor da nossa terra e do nosso trabalho. Esses momentos são muito bons e trazem bastante aprendizado, nós só temos a agradecer ao Projeto Rural Sustentável - Cerrado, que veio para incrementar a nossa vida como produtores rurais.”
Dona Lúcia, produtora rural
Anaurilândia (MS)

ATER Coletiva

Dentre os 20 eventos que aconteceram ao longo do mês, seis deles foram dedicados às ATERs Coletivas. Esses DCs fazem parte da trilha de UM do projeto e servem como um momento de intercâmbio de experiências entre as instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e os(as) nossos(as) beneficiários(as), destinado à criação de um espaço de troca e dúvidas relacionadas à implantação de tecnologias sustentáveis.

O PRS - Cerrado realiza os DCs mensalmente, caso tenha interesse em participar, procure o(a) monitor(a) de sua região ou acesse a agenda de março para ficar por dentro dos próximos eventos.

WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.21.00
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.20.15 (2)
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.20.15 (1)
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.20.15
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.20.14 (1)
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.19.03
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.17.34
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.17.33 (1)
WhatsApp Image 2024-03-12 at 15.17.33

 


Mês das Mulheres no PRS - Cerrado reforça protagonismo feminino no campo

O Mês das Mulheres no Projeto Rural Sustentável - Cerrado (PRS – Cerrado) contará com quatro Dias de Campo (DCs) dedicados ao fortalecimento e empoderamento das mulheres que atuam no meio rural, sob o tema "Histórias que Inspiram, Convivências que Fortalecem". Estes eventos visam destacar o papel fundamental das mulheres no campo, incentivando o protagonismo feminino e o compartilhamento de experiências enriquecedoras.

Durante os Dias de Campo, serão realizadas diversas atividades, incluindo oficinas interativas, onde as mulheres poderão compartilhar suas histórias e vivências no ambiente rural. Por meio desses relatos inspiradores, busca-se fomentar um ambiente de apoio mútuo, encorajando as participantes a se motivarem mutuamente com exemplos de superação e sucesso.

A Gerente de EaD do Projeto, Sandra Roberta, explica mais sobre o propósito das oficinas. “Por meio das oficinas, pretendemos trabalhar a questão do autocuidado e do cuidado mútuo. Desta forma, conseguimos sensibilizar as mulheres sobre a importância do protagonismo feminino que é exercido no cotidiano rural. Pretendemos motivar as mulheres a olharem para a própria trajetória pessoal, profissional e familiar, compartilhando com outras mulheres e com o grande público”, destaca Sandra.

As propriedades escolhidas para sediar os DCs são Unidades Demonstrativa (UDs) do PRS – Cerrado, ou seja, uma propriedade-modelo na aplicação de práticas produtivas sustentáveis. Todas elas são comandadas por mulheres de referência local no quesito de tecnologias e boas práticas no campo. Acesse o calendário de eventos [aqui].

Histórias que inspiram, Convivências que fortalecem

A mulher no campo ocupa hoje um papel fundamental de impulsionar diálogos em suas diferentes áreas de atuação, desde o cuidado com os filhos, na condução da propriedade ou na busca de conhecimentos inovadores em prol de melhorias. A importância desse papel é visto diariamente por Josyany Duarte, a Coordenadora Estadual de Goiás do PRS - Cerrado. “A mulher tem uma sensibilidade de ter uma escuta mais ativa, de buscar conexões e conseguir melhorias. Suas percepções enriquecem a oportunidade de enxergar um campo mais sustentável e inovador, se tornando uma impulsionadora de mudanças dentro e fora da propriedade, assim como uma protagonista do seu dia a dia”, compartilha Josyany.