Seminário de divulgação das Pesquisas de Goiás acontecerá em 23/05

Na quinta-feira, 23/05, o Projeto Rural Sustentável - Cerrado irá promover mais um Seminário de divulgação das Pesquisas apoiadas pelo Projeto, desta vez, no estado de Goiás. O evento acontecerá a partir das 8h30 na Embrapa Arroz e Feijão, em Santo Antônio de Goiás. Serão apresentadas 10 pesquisas que estão impulsionando avanços e inovações para uma produção mais sustentável no campo.

Estão sendo disponibilizadas 80 vagas gratuitas para o público geral, portanto, para participar, é necessário realizar inscrição por meio deste formulário.

Confira mais detalhes sobre as pesquisas que serão apresentadas no evento, sendo seis selecionadas pelo Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e quatro de Pesquisa Direcionada (PD):


  • “O pequeno produtor rural 4.0: tecnologias, formação, conservação e consumo sustentável no nordeste goiano” – por Adriano Antonio Brito Darosci.
  • “Centro de Referência de Biogás e Biofertilizante para Produção Sustentável: Biomassa, Dejetos Animais e Resíduos Agroindustriais” – por Bruno Couto.
  • “Validação de modelos para análise de oportunidades de mitigação da emissão de gases de efeito estufa em sistemas de intensificação pecuária no Cerrado” – por Claudia Pozzi Jantalia.
  • “Quais impactos do sistema ILPF no solo e no fluxo de gases de efeito estufa, frente a outros usos e ocupações do solo em três regiões de Goiás?” – por Emerson Trogello.
  • “Avaliação da Sustentabilidade Hidro-ambiental e Socioeconômica da Restauração de Pastagens na Região da APA das Nascentes do Rio Vermelho–GO” – por Henrique Marinho Leite Chaves.
  • “Diagnóstico e monitoramento de serviços ecossistêmicos do bioma Cerrado no norte de Goiás como apoio à agricultura familiar” – por Manuel Ferreira.
  • “A abordagem Nexus na Integração-lavoura-pecuária-floresta (ILPF): Uma questão de segurança alimentar, hídrica e energética” – por Bruno José Rodrigues Alves.
  • “Aplicação da Internet das coisas (IoT) no contexto da integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF)” – por Kleber Sampaio.
  • “Goiás ABCNet – Tecnologias para maximizar o sequestro de carbono e produtividade em sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta em Goiás” – por Pedro Luiz Machado.
  • “Desenvolvimento e adaptação de sistemas ILPF visando à intensificação sustentável da agropecuária no Cerrado” – por Robélio Leandro Marchão.
  • “O pequeno produtor rural 4.0: tecnologias, formação, conservação e consumo sustentável no nordeste goiano” – por Adriano Antonio Brito Darosci.
  • “Centro de Referência de Biogás e Biofertilizante para Produção Sustentável: Biomassa, Dejetos Animais e Resíduos Agroindustriais” – por Bruno Couto.
  • “Validação de modelos para análise de oportunidades de mitigação da emissão de gases de efeito estufa em sistemas de intensificação pecuária no Cerrado” – por Claudia Pozzi Jantalia.
  • “Quais impactos do sistema ILPF no solo e no fluxo de gases de efeito estufa, frente a outros usos e ocupações do solo em três regiões de Goiás?” – por Emerson Trogello.
  • “Avaliação da Sustentabilidade Hidro-ambiental e Socioeconômica da Restauração de Pastagens na Região da APA das Nascentes do Rio Vermelho–GO” – por Henrique Marinho Leite Chaves.
  • “Diagnóstico e monitoramento de serviços ecossistêmicos do bioma Cerrado no norte de Goiás como apoio à agricultura familiar” – por Manuel Ferreira.
  • “A abordagem Nexus na Integração-lavoura-pecuária-floresta (ILPF): Uma questão de segurança alimentar, hídrica e energética” – por Bruno José Rodrigues Alves.
  • “Aplicação da Internet das coisas (IoT) no contexto da integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF)” – por Kleber Sampaio.
  • “Goiás ABCNet - Tecnologias para maximizar o sequestro de carbono e produtividade em sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta em Goiás” – por Pedro Luiz Machado.
  • “Desenvolvimento e adaptação de sistemas ILPF visando à intensificação sustentável da agropecuária no Cerrado” – por Robélio Leandro Marchão.

Clique aqui e Acesse a programação completa do Seminário de Pesquisas de Goiás.

Sobre o PRS - Cerrado e o investimento em pesquisas

O PRS - Cerrado visa promover a geração de conhecimento e fortalecer a massa crítica de instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento e pesquisadores(as) envolvidos(as) nas temáticas que englobam a adoção de tecnologias de baixa emissão de carbono no Cerrado. Para isso, fornece apoio financeiro para a execução de projetos de pesquisa em duas linhas de atuação:

  • Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) – destinado a instituições de ensino e pesquisa e seus pesquisadores(as), visa atrair novas iniciativas e inovações direcionadas para sistemas sustentáveis de produção agropecuária com foco na agropecuária de baixa emissão de carbono e inovações tecnológicas e de mercado nos estados de atuação do projeto;
  • Pesquisas Direcionadas – engloba os projetos que objetivam responder às principais lacunas e demandas de conhecimento atuais no tema e nas tecnologias apoiadas pelo projeto, além de acompanhar e monitorar pesquisas prioritárias para o alcance dos objetivos do projeto.

Com o investimento de mais de 12 milhões de reais, o PRS - Cerrado apoia 35 pesquisas científicas agrupadas por temáticas, sendo 13 delas da linha das Pesquisas Direcionadas e 22 contempladas pelo processo de seleção do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento.


Pesquisas que impulsionam rural sustentável são apresentadas no Mato Grosso do Sul

Na quarta-feira, 08/05, aconteceu o primeiro Seminário de divulgação das Pesquisas apoiadas pelo Projeto Rural Sustentável - Cerrado, com foco no estado do Mato Grosso do Sul. Com o objetivo de apresentar as pesquisas que estão impulsionando avanços e inovações para uma produção mais sustentável no campo. O evento reuniu cerca de 80 participantes na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande (MS), dentre gestores públicos, pesquisadores(as), estudantes, produtores(as) rurais, Organizações Socioprodutivas parceiras do projeto, além de representante do Ministério de Agricultura e Pecuária (MAPA), e a equipe do Projeto.

Participaram da mesa de abertura: Dr. Antonio do Nascimento Ferreira Rosa, Chefe Geral da Embrapa Gado de Corte; Marília Ramos, Coordenadora de Campo do PRS - Cerrado; Márcio Alexandre Diório Menegazzo, Chefe da Divisão Desenvolvimento Rural (DDR-MS); e o Dr. Ladislau Araújo Skorupa, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente e coordenador técnico científico das pesquisas do PRS - Cerrado.

Ao todo, 10 pesquisas do Mato Grosso do Sul foram apresentadas. Clique aqui e confira todos os detalhes sobre cada uma das pesquisas do estado.

“Eventos como esse são de extrema importância para nós que trabalhamos com ensino. Desta forma, nós sabemos exatamente o que levar para os nossos alunos que, no futuro, serão as pessoas que trabalharão com essas tecnologias. Além disso, é fundamental essa troca entre quem faz a pesquisa e quem vai de fato utilizar o resultado dela.”

Prof. Dra. Maria Aparecida do Nascimento, Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS), curso de Agronomia

"A importância dessa parceria do Projeto Rural Sustentável - Cerrado com a Embrapa se comprova a partir das demandas dos produtores para melhorar a produtividade de suas propriedades com sustentabilidade."

José Ubirajara Garcia, Embrapa

"O mais interessante desses eventos é ver diferentes pessoas de diferentes funções dialogando para buscarmos soluções em conjunto para os desafios da ciência, da bioeconomia e da Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. Fiquei muito feliz de ver que estamos avançando na área com o apoio do Projeto Rural Sustentável - Cerrado e da Embrapa"

Reinaldo Lucena, pesquisador, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Previous
Next

O investimento em pesquisas no Estado do Mato Grosso do Sul

O PRS – Cerrado visa promover a geração de conhecimento e fortalecer a massa crítica de instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento e pesquisadores(as) envolvidos(as) nas temáticas que englobam a adoção de tecnologias de baixa emissão de carbono no Cerrado. Para isso, fornece apoio financeiro para a execução de projetos de pesquisa em duas linhas de atuação:

• Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) – destinado a instituições de ensino e pesquisa e seus pesquisadores(as), visa atrair novas iniciativas e inovações direcionadas para sistemas sustentáveis de produção agropecuária com foco na agropecuária de baixa emissão de carbono e inovações tecnológicas e de mercado nos estados de atuação do projeto;
• Pesquisas Direcionadas – engloba os projetos que objetivam responder às principais lacunas e demandas de conhecimento atuais no tema e nas tecnologias apoiadas pelo projeto, além de acompanhar e monitorar pesquisas prioritárias para o alcance dos objetivos do projeto.

Com o investimento de mais de 12 milhões de reais, o PRS – Cerrado apoia 35 pesquisas científicas agrupadas por temáticas, sendo 13 delas da linha das Pesquisas Direcionadas e 22 contempladas pelo processo de seleção do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento. Só no Estado de Mato Grosso do Sul o investimento foi de mais de R$ 1,9 milhão em 9 diferentes temáticas de pesquisa, dentre elas 6 unidades da Embrapa, o Instituto Homem Pantaneiro, a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul e o Instituto Federal do Mato Grosso do Sul.


PRS - Cerrado promove Seminário de divulgação das Pesquisas do Mato Grosso do Sul

O Projeto Rural Sustentável - Cerrado irá promover, na quarta-feira, 08/05, o primeiro Seminário de divulgação das Pesquisas apoiadas pelo Projeto. O evento acontecerá a partir das 8h30 na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, no estado do Mato Grosso do Sul. Serão apresentadas 10 pesquisas que estão impulsionando avanços e inovações para uma produção mais sustentável no campo.

Estão sendo disponibilizadas 100 vagas gratuitas para o público geral, portanto, para participar, é necessário realizar inscrição por meio deste formulário.

Confira mais detalhes sobre as pesquisas que serão apresentadas no evento, sendo quatro selecionadas pelo Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e seis de Pesquisa Direcionada (PD):


  • “Estequiometria da matéria orgânica do solo e dos resíduos vegetais como estratégia para potencializar o incremento do carbono nos solos agrícolas”  –  Descubra como avaliar a qualidade do solo e potencializar o sequestro de Carbono, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Ademir Fontana da Embrapa Solos.
  • “Monitoramento da expansão dos sistemas de integração” – Desvendando os Segredos da Agricultura Sustentável, coordenada pela pesquisadora Betina Kellerman, do Instituto Homem Pantaneiro,  a ser apresentada pela Dra. Angélica Guerra.
  • “Comparativo de sistemas de cultivo em diferentes regiões do Mato Grosso do Sul” – Entenda o segredo para uma agricultura mais verde e eficiente, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Élcio dos Santos do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul.
  • “Estudo ecológico, etnobotânico e sócio econômico de Dypteryx alata Vog. (Baru) em Nioaque–MS” – Explorando o Potencial do Baru em Nioaque, MS, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Reinaldo Lucena da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.
  • “URTPs em Mato Grosso do Sul: experimentos de longa duração contribuindo para validação e transferência de tecnologias em ILP e ILPF” – Descubra como a Pesquisa Transforma a Agropecuária em Mato Grosso do Sul, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Alexandre Araújo da Embrapa Gado de Corte.
  • “A abordagem Nexus na Integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF): Uma questão de segurança alimentar, hídrica e energética” – Pesquisa Avalia Potencial de Tecnologias de Baixo Carbono no Cerrado em Alinhamento com KPI 6, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Bruno Alves da Embrapa Agrobiologia.
  • “Desenvolvimento e Validação de um sistema de mensuração, relato e verificação (MRV) para a agropecuária de baixa emissão de carbono (ABC) aplicado ao Projeto Rural Sustentável – Cerrado”, coordenada pelo pesquisador Celso Manzatto, da Embrapa Meio Ambiente, e a ser apresentada pelo Dr. Ladislau Araújo Skorupa.
  • “Monitoramento de sistemas integrados de produção por meio de atributos de solo, plantas e ambientais em modelos físicos de longa duração” – Descubra o Futuro da Agricultura: Transformando o Campo com Sustentabilidade, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Júlio Salton da Embrapa Agropecuária Oeste.
  • “Estimativa de desmatamento evitado e quantificação de serviços ecossistêmicos em municípios do bioma Cerrado” – Mapeando a Situação do Cerrado, coordenada e a ser apresentada pela pesquisadora Laurimar Vendrusculo da Embrapa Agrossilvilpastoril.
  • “Tecnologias em sistemas de Integração lavoura-pecuária-floresta para a intensificação sustentável” – coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador José Pezzopane da Embrapa Pecuária Sudeste.
  • “Estequiometria da matéria orgânica do solo e dos resíduos vegetais como estratégia para potencializar o incremento do carbono nos solos agrícolas”  –  Descubra como avaliar a qualidade do solo e potencializar o sequestro de Carbono, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Ademir Fontana da Embrapa Solos.
  • “Monitoramento da expansão dos sistemas de integração” – Desvendando os Segredos da Agricultura Sustentável, coordenada pela pesquisadora Betina Kellerman, do Instituto Homem Pantaneiro,  a ser apresentada pela Dra. Angélica Guerra.
  • “Comparativo de sistemas de cultivo em diferentes regiões do Mato Grosso do Sul” – Entenda o segredo para uma agricultura mais verde e eficiente, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Élcio dos Santos do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul.
  • “Estudo ecológico, etnobotânico e sócio econômico de Dypteryx alata Vog. (Baru) em Nioaque–MS” – Explorando o Potencial do Baru em Nioaque, MS, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Reinaldo Lucena da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.
  • “URTPs em Mato Grosso do Sul: experimentos de longa duração contribuindo para validação e transferência de tecnologias em ILP e ILPF” – Descubra como a Pesquisa Transforma a Agropecuária em Mato Grosso do Sul, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Alexandre Araújo da Embrapa Gado de Corte.
  • “A abordagem Nexus na Integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF): Uma questão de segurança alimentar, hídrica e energética” – Pesquisa Avalia Potencial de Tecnologias de Baixo Carbono no Cerrado em Alinhamento com KPI 6, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Bruno Alves da Embrapa Agrobiologia.
  • “Desenvolvimento e Validação de um sistema de mensuração, relato e verificação (MRV) para a agropecuária de baixa emissão de carbono (ABC) aplicado ao Projeto Rural Sustentável - Cerrado”, coordenada pelo pesquisador Celso Manzatto, da Embrapa Meio Ambiente, e a ser apresentada pelo Dr. Ladislau Araújo Skorupa.
  • “Monitoramento de sistemas integrados de produção por meio de atributos de solo, plantas e ambientais em modelos físicos de longa duração” – Descubra o Futuro da Agricultura: Transformando o Campo com Sustentabilidade, coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador Júlio Salton da Embrapa Agropecuária Oeste.
  • “Estimativa de desmatamento evitado e quantificação de serviços ecossistêmicos em municípios do bioma Cerrado” – Mapeando a Situação do Cerrado, coordenada e a ser apresentada pela pesquisadora Laurimar Vendrusculo da Embrapa Agrossilvilpastoril.
  • “Tecnologias em sistemas de Integração lavoura-pecuária-floresta para a intensificação sustentável” – coordenada e a ser apresentada pelo pesquisador José Pezzopane da Embrapa Pecuária Sudeste.

Clique aqui e Acesse a programação completa do Seminário de Pesquisas do Mato Grosso do Sul.

Sobre o PRS - Cerrado e o investimento em pesquisas

O PRS - Cerrado visa promover a geração de conhecimento e fortalecer a massa crítica de instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento e pesquisadores(as) envolvidos(as) nas temáticas que englobam a adoção de tecnologias de baixa emissão de carbono no Cerrado. Para isso, fornece apoio financeiro para a execução de projetos de pesquisa em duas linhas de atuação:

  • Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) – destinado a instituições de ensino e pesquisa e seus pesquisadores(as), visa atrair novas iniciativas e inovações direcionadas para sistemas sustentáveis de produção agropecuária com foco na agropecuária de baixa emissão de carbono e inovações tecnológicas e de mercado nos estados de atuação do projeto;
  • Pesquisas Direcionadas – engloba os projetos que objetivam responder às principais lacunas e demandas de conhecimento atuais no tema e nas tecnologias apoiadas pelo projeto, além de acompanhar e monitorar pesquisas prioritárias para o alcance dos objetivos do projeto.

Com o investimento de mais de 12 milhões de reais, o PRS - Cerrado apoia 35 pesquisas científicas agrupadas por temáticas, sendo 13 delas da linha das Pesquisas Direcionadas e 22 contempladas pelo processo de seleção do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento.


Sistemas integrados de produção são foco de Dia de Campo da Pesquisa em Uberaba (MG)

Na quarta-feira, 11 de outubro, aconteceu o Dia de Campo (DC) voltado para apresentação de pesquisas no Campo Experimental Getúlio Vargas, da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em Uberaba (MG). Durante o evento, foram apresentados resultados de uma das pesquisas apoiadas pelo PRS - Cerrado, essa realizada pela EPAMIG, envolvendo a eficiência produtiva em sistemas integrados de produção, como a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), que promovem uma agropecuária mais sustentável.

Na ocasião, o pesquisador e chefe da EPAMIG Oeste, Fernando Oliveira Franco, apresentou dados da pesquisa que conduziu ao longo de 2022 e 2023 no próprio Campo Experimental Getúlio Vargas. “Os resultados estão comprovando a hipótese da pesquisa, de que os sistemas integrados de produção possuem significativo potencial para produzir mais biomassa vegetal, favorecer o desempenho animal e promover maior eficiência no uso da água e na fixação de carbono no solo”, destaca o pesquisador.

Após os momentos de apresentação, os(as) participantes foram levados(as) até estações de campo para atividades práticas, além de visitarem as pastagens e o rebanho.

Pesquisa e Desenvolvimento

"Os Dias de Campo da Pesquisa são uma grande oportunidade que o PRS - Cerrado tem para entregar aos principais beneficiários, produtores(as), estudantes e comunidade científica local, resultados de grande relevância que abrem portas para uma agropecuária mais desenvolvida e uma aplicação mais efetiva das tecnologias de baixa emissão de Carbono”, ressalta Marcella Vidal, coordenadora de Pesquisa do PRS - Cerrado.

As pesquisas científicas apoiadas pelo Projeto oferecem base para uma produção eficiente e de qualidade, que garanta a segurança alimentar e a conservação dos recursos naturais. Desenvolvida em instituições de ensino e centros de pesquisa que, com o apoio da assistência técnica e extensão rural, buscam conectar com os saberes locais e transmitir conhecimentos técnicos a produtores e produtoras rurais, possibilitando a inovação no campo.

Além disso, as pesquisas científicas permitem o desenvolvimento de novas tecnologias, arranjos de plantio, espécies e insumos. Como resultado, há um aumento da produtividade e conservação da biodiversidade, da água e do solo, além de possibilitar a redução de gases de efeito estufa (GEE). Nesse sentido, a ciência com a ótica da sustentabilidade proporcionou alternativas eficientes de produção, como as tecnologias de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e a recuperação de pastagens (RPD), ambas tecnologias de produção apoiadas pelo PRS - Cerrado

Em breve, serão realizados mais Dias de Campo da Pesquisa com resultados do investimento de mais de R$12 milhões que tem sido feito em pesquisas no âmbito do projeto.


PRS - Cerrado realiza reunião para alinhar reporte de resultados

Nesta quinta-feira (27), aconteceu na sede do IABS em Brasília, a Reunião de Alinhamento sobre o Reporte das Metas de Emissões Mitigadas e Desmatamento Evitado, junto aos pesquisadores e pesquisadoras apoiados pelo PRS - Cerrado. Além deles, também estiveram presentes representantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Embrapa. Ao todo, 21 pessoas participaram da reunião de forma presencial e virtual.

Durante o momento, foi apresentado o andamento das ações do projeto que afetam diretamente as metas de mitigação e desmatamento evitado (número de UMs, área de tecnologia a ser implantada e assistência técnica), assim como as metodologias que estão sendo usadas para mensurar os resultados nas metas. Ao longo das apresentações surgiram considerações e alinhamentos dos pesquisadores e demais envolvidos sobre os tópicos apresentados. Os debates gerados proporcionaram encaminhamentos técnicos e operacionais para solucionar desafios no que diz respeito à obtenção de dados, metodologias e o formato de reporte das metas.

A reunião teve um bom andamento e trouxe muitos esclarecimentos para os parceiros institucionais no que diz respeito às metodologias, desafios e resultados previstos para as pesquisas relacionadas a emissões mitigadas e desmatamento evitado, que são duas metas do PRS - Cerrado. Apesar dos grandes desafios que teremos pela frente, o feedback foi positivo e a sensação é de dever cumprido”, destaca Marcella Vidal, coordenadora de Pesquisa do PRS - Cerrado.

Sobre a Frente de Pesquisa e Desenvolvimento

Atualmente, o PRS - Cerrado monitora técnica e administrativamente dois blocos de pesquisas: as do Edital P&D e as chamadas Pesquisas Direcionadas. Nos editais, um total de 21 projetos são apoiados, com o propósito de fomentar pesquisas em Sistemas Sustentáveis de Produção Agropecuária. O foco é em temas de Agropecuária de Baixa Emissão de Carbono e Inovações Tecnológicas e de Mercado, em áreas do bioma Cerrado nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, desenvolvidas por instituições de ensino e pesquisa.

Já as Pesquisas Direcionadas são aquelas realizadas com a expertise da Embrapa, com a finalidade de acrescentar conhecimento científico em temáticas específicas no âmbito do projeto.


PRS - Cerrado realiza Reuniões de Apresentação de Resultados das Pesquisas

Nos dias 22 e 29 de março de 2023, no formato virtual, aconteceram as Reuniões de Apresentação de Resultados das Pesquisas do PRS - Cerrado. Os eventos contaram com a participação dos pesquisadores(as) das pesquisas do edital P&D para discutir resultados, metodologia e objetivos das pesquisas apoiadas, com participação e avaliação das instituições do arranjo do projeto: Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

“Um grande objetivo dessas reuniões é passar uma visão dos projetos aos parceiros institucionais, principalmente o MAPA [beneficiário institucional do projeto], e ver os resultados, produtos [em que se vai materializar esse conhecimento que está sendo gerado], conhecer  a situação de cada uma das pesquisas e os cronogramas”, explica Marcella Vidal, coordenadora de Pesquisa do PRS – Cerrado.

Atualmente o PRS - Cerrado monitora técnica e administrativamente dois blocos de pesquisas:  as do Edital P&D e as chamadas  Pesquisas e  Direcionadas. Nos editais, um total de 22 projetos são apoiados; o propósito do edital é fomentar pesquisas em Sistemas Sustentáveis de Produção Agropecuária com foco nos temas de Agropecuária de Baixa Emissão de Carbono e Inovações Tecnológicas e de Mercado em áreas do bioma Cerrado nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, desenvolvidas por instituições de ensino e pesquisa. Já as Pesquisas Direcionadas são aquelas realizadas com a expertise da Embrapa, com a finalidade de acrescentar conhecimento científico no âmbito do projeto. 

Lançamento do livro de pesquisas

Este evento também foi marcado pelo lançamento da segunda edição do livro das pesquisas. Nesta atual versão, é possível encontrar informações dos 35 projetos gerenciados pela frente de pesquisa do PRS - Cerrado, incluindo as principais ações desenvolvidas, trabalhos publicados e um grande acervo fotográfico.


PRS - Cerrado realiza reunião de monitoramento das pesquisas direcionadas

No início do mês de setembro, o projeto realizou a Reunião de Apresentação de Resultados, Monitoramento e Ajustes das Pesquisas, no formato virtual. O objetivo da reunião foi apresentar e discutir os resultados preliminares das Pesquisas Direcionadas, assim como as entregas e produtos, a metodologia e os objetivos das pesquisas apoiadas, visando possíveis ajustes para maior aderência ao projeto e seus objetivos. Em um segundo momento, serão debatidas também as pesquisas contempladas pelo Edital de Pesquisa & Desenvolvimento.

Ao todo, o encontro contou com 35 participantes, entre eles, coordenadores(as) e pesquisadores(as) da equipe de pesquisas, e representantes do IABS, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Governo do Reino Unido.

“Essa reunião constitui um encontro bem relevante para o PRS - Cerrado, pois permite um melhor acompanhamento das pesquisas pelos parceiros institucionais, possibilitando a criação de sinergias com outras iniciativas, principalmente o ABC+, assim como com outras ações do projeto”, destaca a Coordenadora de Gestão Operacional, María Suárez. 

Frente de Pesquisas

Atualmente o PRS - Cerrado apoia um total de 13 projetos de Pesquisa Direcionada, desenvolvidos pela Embrapa, com o intuito de responder a determinadas metas específicas do projeto no que diz respeito à agropecuária de baixa emissão de carbono, como mitigação de gases de efeito estufa (GEE) e desmatamento evitado.


Unindo ciência e prática: conheça as ações de pesquisa do PRS – Cerrado

O PRS – Cerrado acredita que é unindo ciência e prática que a agropecuária de baixa emissão de carbono se torna, cada vez mais, uma realidade. Com o investimento de mais de 12 milhões de reais apoiamos 35 pesquisas científicas agrupadas por temáticas de acordo com nossos objetivos, sendo 13 delas do grupo das Pesquisas Direcionadas, desenvolvidas em parceria com a Embrapa, e 22 contempladas pelo processo de seleção do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).

Mais de 500 pesquisadores(as) de diversas unidades da Embrapa, instituições de Ensino e Pesquisa, Empresas de Agronegócios, instituições do Terceiro Setor, dentre outros, estão envolvidos nas pesquisas.

E todas essas ações científicas e de inovação podem ser consultadas na primeira edição do  Livro das Pesquisas do PRS - Cerrado, lançado no fim do ano passado com atualizações anuais de seu conteúdo. O material traz informações a respeito das ações de pesquisa, contendo detalhes como resultados e impactos esperados, histórico de desenvolvimento das Pesquisas Direcionadas, metodologia do processo seletivo do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), bem como informações individuais sobre cada projeto que está sendo apoiado.

 

O PRS - Cerrado também aposta na tecnologia: está disponível o Mapa Interativo das Pesquisas, que é uma ferramenta para a divulgação dos avanços e resultados das pesquisas apoiadas. É mais uma forma de promover a transparência e a divulgação das ações de pesquisa e facilitar o acesso a informações pela sociedade.

                                                           

Pesquisas Direcionadas e Editais de pesquisa: entenda mais

No PRS – Cerrado, a pesquisa atua por duas frentes: Pesquisa Direcionada e Edital de P&D. Enquanto a frente Pesquisas Direcionadas traz uma parceria direta com diversas unidades da Embrapa, tendo grande parte das suas ações desenvolvidas em Unidades de Referência Tecnológica e de Pesquisa (URTPs) da Embrapa e/ou em UDs do projeto, a frente de Editais P&D é uma  chamada para novas iniciativas relacionadas a temas como a agropecuária de baixa emissão de carbono, inovação tecnológica e de mercado e sustentabilidade na produção.

As Pesquisas Direcionadas envolvem apoio financeiro às ações desenvolvidas em parceria com a Embrapa. Essas 13 pesquisas são agrupadas em 5 grandes grupos: IoT (internet das coisas); Avaliação econômica; Desmatamento evitado; Nexus água-energia-alimentação / MRV (Medição, Registro e Verificação) e Sistemas de produção por meio das URTPs. Cada um desses temas majoritários apresenta uma série de linhas de pesquisa, sempre com foco nos benefícios sustentáveis para o público-alvo e com a preocupação do PRS – Cerrado em repassar o conhecimento para a sociedade de forma acessível.

Já com o Edital de Pesquisa, o foco é inovação e a contribuição que isso gera para sociedade, com compartilhamento de conhecimento de forma acessível. O objetivo é a seleção de projetos inovadores de pesquisa e desenvolvimento (P&D) focados na agropecuária de baixa emissão de carbono e inovações tecnológicas e de mercado em áreas do Cerrado, além de promover uma interação entre a prática e as instituições de P&D no país. Com chamada finalizada em setembro de 2021, o PRS – Cerrado aprovou, ao todo, 22 projetos: seis em Goiás, seis em Minas Gerais, quatro em Mato Grosso do Sul e seis em Mato Grosso. Dentre os aprovados, há universidades e institutos federais, empresas públicas, institutos de pesquisa e instituições do terceiro setor.


Seminário de Integração das Pesquisas debate ciência e desenvolvimento sustentável

Com olhar voltado ao debate científico sobre agropecuária de baixa emissão de carbono e temas importantes para o desenvolvimento sustentável, o PRS - Cerrado promoveu nesta terça-feira, 07/12, o evento de lançamento do Seminário de Integração das Pesquisas. São 35 pesquisas apoiadas, somando quase 13 milhões destinados a formar massa crítica acadêmica em torno da  prática agropecuária mais sustentável e eficiente com a utilização de tecnologias de baixa emissão de carbono, apoiando sempre ideias inovadoras e sua contribuição efetiva para a sociedade.  

O evento online, com transmissão pelo canal do IABS no Youtube, contou com a participação de representantes do arranjo institucional do projeto e apresentações técnicas. Durante os dias 08 e 09 de dezembro, está sendo realizado um encontro de integração para pesquisadores(as) debaterem suas linhas de atuação e buscar integrá-las para melhor aproveitamento de seus resultados para o projeto.

Na mesa de abertura, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, destacou a importância da pesquisa no desenvolvimento da agricultura brasileira. “Treze milhões de reais foram colocados para essas pesquisas para que a agropecuária de baixa emissão de carbono do Brasil possa ser cada vez melhor. Isso é agricultura brasileira movida à ciência”. A mesa contou ainda com o secretário de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação do MAPA, Cleber Soares.

Na sequência, foi a vez do Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Guy De Capdeville, que chamou atenção para o desafio de mostrar ao mundo a sustentabilidade na agropecuária brasileira. “Para avançar com esses temas na área do Cerrado e que eventualmente vão avançar para outras áreas desafiadas que encontramos no país, se torna fundamental uma iniciativa como essa, tocando esses projetos integrados. Nós temos uma série de desafios que são conectados à sustentabilidade”. O seminário teve continuidade com a fala do representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil, Morgan Doyle. “O que nos empolga nessa etapa do projeto é que, mobilizando a ciência aplicada, vamos impulsionar a inovação e ajudar a mitigar as emissões de gases de efeito estufa”, ressaltou Doyle. A mesa de abertura foi encerrada com o discurso do chefe de Clima e Crescimento Verde do Governo Britânico, Richard Ridout. 

Apresentações técnicas

Após o primeiro momento, teve início a parte de apresentações técnicas no Seminário. A Diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação, Mariane Crespolini, destacou o papel da pesquisa na evolução da agropecuária brasileira. “Na década de 1970, o Brasil era importador líquido de feijão, alimento básico da nossa cesta básica, O que nos moveu para frente foi a ciência. Falando de agricultura de baixa emissão de carbono, não temos como não mencionar o plantio direto, onde conseguimos trazer mais resiliência para nossa produção”, disse Crespolini. 

Ainda nas apresentações técnicas, Luis Tadeu Assad, diretor-geral do PRS - Cerrado e diretor-presidente do IABS, explicou sobre as temáticas e números do projeto, seguido por Renato Rodrigues, coordenador científico do Projeto Rural Sustentável - Cerrado, que apresentou sobre as ações desenvolvidas pela Frente de Pesquisa e Desenvolvimento. 

Livro das pesquisas

A última fala do seminário foi da coordenadora de Pesquisas do PRS - Cerrado, Marcella Vidal. A apresentação trouxe um panorama das 35 pesquisas científicas apoiadas pelo PRS – Cerrado e também o lançamento da primeira versão do Livro das Pesquisas do projeto. O material traz informações a respeito de ações de pesquisa desde 2019 até os dias atuais, contendo detalhes como resultados e impactos esperados, histórico de desenvolvimento das Pesquisas Direcionadas, metodologia do processo seletivo do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), bem como informações individuais sobre cada projeto que está sendo apoiado pelo PRS - Cerrado. 

Em sua fala, a coordenadora também fez o lançamento do Mapa Interativo das Pesquisas, que servirá como uma ferramenta para a divulgação dos avanços e resultados das pesquisas apoiadas pelo PRS-Cerrado. Hospedado no site do projeto, o mapa irá permitir o acesso de forma interativa a todas as ações e principais resultados, bem como as informações mais relevantes de cada projeto de pesquisa. Dessa forma, busca-se promover a transparência e a divulgação das ações de pesquisa e facilitar o acesso a informações pela sociedade.

O Seminário de Integração das Pesquisas está disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FbwJGqHRb1s&t=3796s&ab_channel=IABSTV

 


PRS - Cerrado lança Seminário de Integração das Pesquisas

A abertura do Seminário de Integração das Pesquisas será online e promoverá a integração entre todos os projetos de pesquisa contemplados pelo PRS - Cerrado. O evento tem como objetivos principais apresentar os impactos, os diferenciais, a contribuição para a sociedade e as soluções  para inovação propostas em cada pesquisa, além de promover a integração entre as Pesquisas Direcionadas e as do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento. O evento de lançamento ocorre na terça-feira, 07/12, a partir de 17h, com transmissão via o canal IABSTV no Youtube.

A abertura do Seminário terá a participação da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (pré-confirmada), e do Secretário de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação do MAPA, Fernando Camargo, seguido pelo presidente da Embrapa, Celso Moretti. Na sequência, haverá falas de representantes do arranjo institucional do PRS - Cerrado: Morgan Doyle, representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil e Richard Ridout, chefe de Clima e Crescimento Verde do Governo Britânico. 

Em seguida, serão feitas as apresentações técnicas. A diretora de Produção Sustentável e Irrigação do MAPA, Mariane Crespolini, falará sobre a importância da cooperação técnica internacional para as políticas públicas e sustentabilidade da agropecuária brasileira. Após, será a vez dos(as) representantes do PRS - Cerrado. Luís Tadeu Assad, diretor-geral do projeto e diretor-presidente IABS, Renato Rodrigues, coordenador científico do PRS - Cerrado e presidente do conselho da Rede ILPF, e Marcella Vidal, coordenadora de Pesquisas do PRS - Cerrado, farão apresentação institucional do PRS - Cerrado, das ações de apoio e das pesquisas contempladas. 

Os projetos inovadores são norteados neste seminário por seis grandes temas: Nexus/Monitoramento Registro e Verificação (MRV); Internet das coisas (IoT); Desmatamento Evitado; Avaliação Econômica; Unidades de Referência Tecnológica e de Pesquisa (URTPs) e Sistemas de Produção e por fim, Aperfeiçoamento Profissional e Habilidade Técnica. 

Nos dias subsequentes, 8 e 9 de dezembro, será promovida a integração entre os 35 coordenadores líderes de pesquisa juntamente com os parceiros institucionais, por meio de uma reunião interna. Nela visamos promover grandes esclarecimentos sobre as atividades de pesquisa e promoção de novas parcerias científicas.

Confira a programação completa

Projetos de pesquisa contemplados

Com o investimento de mais de 12 milhões de reais, o PRS - Cerrado apoia 35 pesquisas científicas agrupadas por temáticas que vão de acordo com ideais do PRS - Cerrado, sendo 13 delas do grupo das Pesquisas Direcionadas, desenvolvidas em parceria com a Embrapa, e 22 contempladas pelo processo de seleção do Edital de Pesquisa e Desenvolvimento. (P&D). 

Mais de 500 pesquisadores(as) de diversas unidades da Embrapa, instituições de Ensino e Pesquisa, Empresas de Agronegócios, instituições do Terceiro Setor, dentre outros, estão envolvidos nas pesquisas.