Atividades com as Unidades Demonstrativas têm início

“Quero ser agricultor com responsabilidade. Ser mais um a preservar o meio ambiente, para que nossos futuros netos e bisnetos venham a ter convívio na área rural.” Esse depoimento do seu Valdionor de Souza, produtor rural de Mato Grosso do Sul, foi um dos muitos de destaque dos participantes das reuniões de Orientação e Integração de Unidades Demonstrativas (UDs), do Projeto Rural Sustentável – Cerrado. Primeiro evento oficial com os(as) selecionados(as) do edital de UD, os encontros virtuais ocorreram por microrregião entre 10 e 21 de maio – foram 13 ao todo -, com o objetivo de criar uma rede de conexão entre os(as) selecionados(as), por meio do diálogo e troca de experiências. “Cheguei até o projeto por meio de uma reunião no meu assentamento. Estou muito feliz pela propriedade ter sido selecionada, ansiosa para começar e abrir a propriedade para as pessoas conhecerem”, disse Rita de Cássia, produtora no município de Sorriso, em Mato Grosso.

O perfil dos(as) selecionados(as) neste edital é variado, assim como as tecnologias já implantadas nas propriedades. “Faz 20 anos que fazemos integração. Já apanhamos, sofremos bastante, mas estamos felizes com o desafio”, disse seu Tomé, de Mato Grosso do Sul. Já para Maria Vitória, produtora do município de Rio Verde, em Goiás, o desejo é tornar sua produção independente de insumos externos. “Começamos com agrofloresta. Nosso objetivo é buscar a independência do agricultor na produção de insumos externos. Usamos processos ao invés de insumos. Fico feliz de ver outros produtores caminhando nesse sentido.”

Além dos representantes das propriedades rurais selecionadas no edital, também participaram do evento os(as) coordenadores(as) estaduais e monitores(as) locais de campo, que acompanharão de perto as ações do projeto, e a coordenadora de campo do PRS - Cerrado, Marília Ramos. Após um primeiro momento de apresentação dos(as) produtores(as), os(as) representantes do projeto apresentaram o cenário detalhado de cada microrregião, os benefícios previstos na participação do edital, e plano de ação para as UDs, com os próximos passos previstos. Tendo as reuniões de orientação e integração como marco inicial das atividades, as etapas seguintes incluem a entrega do certificado de UD do projeto, entrega de kits promocionais, divulgação das UDs, ações de capacitação, assistência técnica e extensão rural (ATER), Dias de Campo, entre outras.

Reunião com produtores(as) de Goiás
Reunião com produtores(as) de Goiás

Perguntas e respostas

Ao fim de cada apresentação, a frente de campo do PRS – Cerrado abria espaço para dúvidas dos(as) produtores(as) participantes. Um dos questionamentos mais frequentes foi em relação ao apoio financeiro para estruturação da propriedade – benefício que terá regulamento específico. “Eu precisaria fazer um banheiro, como se fosse uma varanda com banheiro. Seria possível fazer?”, perguntou uma produtora de Minas Gerais.

“Esse recurso é para estruturar a propriedade para os Dias de Campo. Isso será previsto no regulamento. A ideia é que reformas e algumas obras pequenas sejam custeadas com esse recurso”, respondeu Marília Ramos. O edital prevê apoio financeiro de até R$ 15 mil para as UDs padrão e de até R$ 30 mil para as propriedades classificadas como especiais.

Reunião com produtores(as) de Minas Gerais
Reunião com produtores(as) de Minas Gerais

As UDs

Para o PRS – Cerrado, Unidades Demonstrativas são as propriedades rurais que já têm implementadas uma ou mais tecnologias de baixa emissão de carbono apoiadas no âmbito do projeto – sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). Essas propriedades servirão de modelo para as Unidades Multiplicadoras (UMs), territórios onde ainda serão implantadas uma ou mais tecnologias.


Edital de instituições de ATER: últimos três dias de inscrições abertas

Último edital aberto do PRS - Cerrado, a Chamada de Pré-qualificação de Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) recebe propostas até 10 de maio, às 18 horas, horário de Brasília, pelo site do projeto. O processo seletivo foi reaberto no final de abril, tanto para novas inscrições quanto para instituições de ATER que já submeteram propostas, e que ainda estão em processo de avaliação, cadastrarem novos Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATECs.

A chamada

Um dos objetivos deste edital não é só qualificar, mas também capacitar as instituições de ATER que atuem, ou que desejam atuar, nos temas gerenciais apoiados pelo PRS - Cerrado: sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). 

Podem participar da seleção instituições como organizações de assistência técnica rural; associações de produtores(as) rurais; associações profissionais; cooperativas; empresas privadas e públicas; fundações ou associações sem fins lucrativos; prefeituras municipais sindicatos rurais; e organizações da sociedade civil de interesse público - OSCIP. 

Confira outras matérias sobre o Edital de pré-qualificação das instituições de ATER clicando no link:

Pré-qualificação de instituições de ATER: o que vem pela frente?

Veja aqui o vídeo-tutorial de como se inscrever no edital


FAQ II do PRS - Cerrado: Edital integrado de OSPs e UMs

Interessados(as) em participar da Chamada para Seleção Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs) têm até esta semana para fazerem a inscrição. O período de submissão de propostas está aberto até 06 de maio, às 18 horas, horário de Brasília, pelo site do PRS - Cerrado. Não se esqueça que em caso de dúvidas sobre esse edital, basta entrar em contato pelo nosso call center, pelo 0800 038 6616, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, ou pelo nosso Whatsapp, – 61 9 8413-9285, com o mesmo horário de funcionamento. Você ainda pode entrar em contato pelo chamada.osp.prs-cer@iabs.org.br.

Na primeira parte do FAQ, esclarecemos sobre os vínculos com coletivos de produtores(as) rurais, benefícios oferecidos, e parceria entre coletivos para inscrição no edital. Nesta segunda parte, listamos dúvidas relacionadas aos critérios de elegibilidade, aprovação das propostas, estratificação das OSPs, e implementação das tecnologias apoiadas pelo projeto - sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), entendidos como sinônimos de Sistemas Agroflorestais, e Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). 

FAQ II

Quais são os critérios de elegibilidade?

Alguns critérios valem tanto para as organizações quanto para os(as) produtores(as) rurais. É o caso da apresentação da Certidão de Nada Consta (CND), não ter histórico de elementos que possam afetar negativamente sua imagem ou a imagem do projeto – como, por exemplo, trabalho escravo e infantil -, e não constar na lista de empresas e pessoas sancionadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Confira aqui todos critérios de elegibilidade para as OSPs e para produtores(as) e propriedades rurais. 

O custo da implantação da tecnologia vai ficar por conta apenas do(a) produtor(a)?

Neste edital do PRS - Cerrado não há repasse financeiro direto para implantação das tecnologias nas propriedades que forem selecionadas como Unidades Multiplicadoras. Todavia, é possível adquirir materiais de apoio às tecnologias, tais como adubos, sementes, mudas e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) por meio dos Benefícios Coletivos, que serão repassados às Organizações Socioprodutivas a que este(a) produtor(a) estiver vinculado(a). 

Os(as) produtores(as) vão dizer quais espécies querem implantar no sistema?

Solicitamos essa resposta apenas para que tenhamos ideia das pretensões de cultivo do produtor(a). No entanto, sabemos que essa informação não é definitiva. Isso será melhor definido no momento em que as instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) iniciarem os atendimentos nas propriedades. 

Como funciona a estratificação das OSPs?

A estratificação de organizações de produtores(as) rurais é um sistema de classificação em que são definidos pelo máximo e mínimo de propriedades e áreas destinadas à implantação de tecnologia(s) nas Unidades Multiplicadoras aprovadas. Em cada microrregião, serão considerados 2 estratos.


Como se dará a aprovação final das propostas? 

As propostas de Unidades Multiplicadoras aprovadas, vinculadas às propostas aptas de OSPs, serão classificadas e hierarquizadas de forma decrescente considerando os estratos do edital, de forma que sejam selecionadas duas OSPs para cada microrregião do projeto. Ao final, o PRS - Cerrado divulgará por meio do seu site oficial a lista com as OSPs e UMs selecionadas.

Vale ressaltar que, independentemente de serem selecionadas neste edital, os(as) candidatos(as) poderão se beneficiar das atividades de fortalecimento das OSPs e de formação de lideranças; oficinas participativas com as famílias de produtores(as) associadas/cooperadas às organizações; atividades de capacitação nas temáticas do projeto por meio de Ensino a Distância (EaD) e Dias de Campo em Unidades Demonstrativas (UDs) do projeto.