PRS-Cerrado fecha parceria com Suzano

No dia 23 de junho, o IABS, executor do Projeto, assinou uma parceria com a Suzano, a maior produtora global de celulose de eucalipto e uma das principais frentes no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis. A partir desse convênio, visamos aumentar ainda mais as nossas ações com os componentes florestais e em prol da sustentabilidade no campo.

O componente florestal faz parte das tecnologias de integração rural que visa um maior benefício no trabalho dos produtores(as) rurais. A árvore é componente crucial nas tecnologias produtivas sustentáveis apoiadas pelo Projeto, que por meio do manejo adequado pode trazer bons resultados e eficiência para os trabalhadores, além de ganhos ambientais, econômicos e sociais.

Pensando nesse compromisso com o meio ambiente, o IABS realiza mais um passo em direção a produção rural sustentável e, consequentemente, na mitigação das emissões de gases de efeito estufa (GEEs).

Componente florestal 

O manejo de tecnologias com componente florestal em propriedades rurais é benéfico para produtores(as), já que reúnem bons resultados e eficiência. A árvore é um dos componentes mais cruciais dentro destas tecnologias, considerando o papel e influência na qualidade de vida dos animais, por exemplo. Ou seja, os animais que pastam em áreas sombreadas pelas árvores, apresentam parâmetros respiratórios e de temperatura inferiores aos animais em pleno sol. Com isso, aumentam a produção de leite e carne, além de reduzirem o consumo de água.

Uma das tecnologias produtivas sustentáveis apoiadas pelo Projeto Rural Sustentável – Cerrado é a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), sinônimo de Sistemas Agroflorestais (SAFs). O sistema ILPF inclui um conjunto amplo de combinações e práticas que promovem a integração dos componentes agrícola, pecuário e florestal, o que resulta em diferentes sistemas integrados.